<body><script type="text/javascript"> function setAttributeOnload(object, attribute, val) { if(window.addEventListener) { window.addEventListener('load', function(){ object[attribute] = val; }, false); } else { window.attachEvent('onload', function(){ object[attribute] = val; }); } } </script> <div id="navbar-iframe-container"></div> <script type="text/javascript" src="https://apis.google.com/js/plusone.js"></script> <script type="text/javascript"> gapi.load("gapi.iframes:gapi.iframes.style.bubble", function() { if (gapi.iframes && gapi.iframes.getContext) { gapi.iframes.getContext().openChild({ url: 'https://www.blogger.com/navbar.g?targetBlogID\x3d11512529\x26blogName\x3dEstupidamente+Feliz\x26publishMode\x3dPUBLISH_MODE_BLOGSPOT\x26navbarType\x3dBLUE\x26layoutType\x3dCLASSIC\x26searchRoot\x3dhttp://estupidamentefeliz.blogspot.com/search\x26blogLocale\x3dpt_PT\x26v\x3d2\x26homepageUrl\x3dhttp://estupidamentefeliz.blogspot.com/\x26vt\x3d-3372212108791558975', where: document.getElementById("navbar-iframe-container"), id: "navbar-iframe" }); } }); </script>

30.9.05

OBVIAMENTE!!!!

Your Seduction Style: Fantasy Lover

You know that ideal love that each of us dreams of from childhood? That's you!
Not because you posess all of the ideal characteristics, but because you are a savvy shape shifter.
You have the uncanny ability to detect someone's particular fantasy... and make it you.

You inspire each person to be an idealist and passionate, and you make each moment memorable
Even a simple coffee date with you can be the most romantic moment of someone's life
By giving your date exactly what he or she desires, you quickly become the ideal lover.

Your abilities to make dreams come true is so strong, that you are often the love of many people's lives.
Your ex's (and even people you have simply met or been friends with) long to be yours.
No doubt you are the one others have dreamed of... your biggest challenge is finding *your* dream lover.



ps:começa a pensar que quem faz estas blogthings sabe o que faz...

28.9.05

Sentido(s)

Ver eu vejo
Ouvir eu ouço
Sentir eu sinto
Mas mesmo assim muita coisa não tem sentido(s).

23.9.05

Carnaval Surreal

Já tinha visto o Apocalipse Now, mas era um miudo e não percebi nada daquilo, apenas absorvendo as cenas de porradaria e de doidice (a parte do surf).
Vi ontem o Apocalipse Now Redux, e foi como se tivesse sido a primeira vez, pois estando em posse de faculdades mentais e intelectuais muito mais abrangentes, tiro total partido do filme, do seu surrealismo, da sua violencia psicologica, percebo o seu impacto na sociedade americana da altura, e principalmente a sua critica feroz ao governo americano e à sua politica militar.
Foi efectivamente a primeira vez que vi o filme.

Um carnaval de guerra surrealista.

O que ressalva imediatamente é a intemporalidade do filme
(apesar de ser preciso perceber o contexto historico do conflito que serve de pano de fundo à historia)
pois o filme trata realmente da historia de um Homem que ao longo do seu caminho vai abrindo os olhos e em ultima instancia, depois de ultrapassado o "breaking point",
(o ponto em que a mente de um homem estala)
revolta-se desafiando as altas instancias, ora isto é uma historia presente em todos os capitulos de historia do mundo, claro, não querendo banalizar a historia do filme.
O genial aqui é que o Homem não está lá durante a maioria do filme, e esse caminho é-nos mostrado pela historia de um outro homem que ao tentar chegar ao Homem viaja pelos horrores e pelo surrealismo que o Homem passou! É como se tivessemos a visitar a galeria dos horrores que seriam as memorias do Homem.
Quando finalmente chegamos ao Homem, não estamos preparados para um Marlon Brando que nos desarma e nos assusta envolto nas suas sombras e na sua voz, numa interpretação também ela surreal a todos os niveis.
É claro que nenhum homem é igual a outro, portanto o destino de um não será o destino de outro, mesmo que tenham passado pelo mesmo.

É mesmo caso para dizer Woooooooooow!

20.9.05

Se pudesse ser sempre assim

           blahhhh                     humm?                       pliim!


E porque não é?

ps: não, não tenho uma maquina digital nova...

Embacio Azul


Hoje acordei assim, embaciado e blue.

19.9.05

Feeling Block



Quatro horas agarrado à guitarra e nem um pintelho de musica saiu.
Preciso de emoções, senão o quê que toco?
Merda, nem sequer encontrei uma foto pa ilustrar esta merda!
Já encontrei :P

15.9.05

Não sei nada

Já não percebo nada de nada!
Parece que tou a sofrer dos efeitos que a teoria da relatividade do Einstein puseram a descoberto, ora vejamos.
O miudo começa a acordar para o mundo, começa a perceber como as coisas funcionam, dá umas grandes cabeçadas em tudo quanto é sitio e situação e apercebe-se doutras coisas que mais gostava de nunca ter descoberto mas que lhe deram grandes armas para o futuro.
O rapaz perde-se por musica, aprende a tocar viola, faz bandas, grava coisas, esquece as cabeçadas educadoras e torna-se um grande romantico de vão de escada de viola em riste pronto para encantar e cantar o mundo.
O gajo já nem sente as cabeçadas, passa-lhes ao lado com uma indiferença prejudicial mas sem consciencia; recebe muito, dá pouco pois guarda o que tem para dar de uma vez "a quem merece", o conto de fadas apodera-se do sonho, utiliza a musica para compor a banda sonora do conto de fadas que procura viver.
O pré-homem, 25 anos, um quarto de seculo, depois de tanto aprender, tantas cabeçadas, descobre apenas que há tudo para aprender e há todas as cabeçadas para dar.
Não sabe nada!
Não sei nada, e tão pouco percebo alguma coisa!

ps:a relação com a teoria da relatividade tem a ver com aquela historia de ultrapassarmos a velocidade da luz e começarmos a recuar no tempo até nos encontrarmos a nós proprios e ficarmos a olhar para nós a perguntar "E agora?"

Desencalhe

O corpo ainda vive da inercia de uma rotina mal amanhada das ferias.
O corpo ainda ressaca de toda a cerveja que é possivel beber em quatro 4 IV festivais.
O meu cerebro começa a sair da emburrice onde se encalhou sozinho (sozinho?).
O corpo continua a tentar lutar contra a inercia e a ressaca e o despertador malvado e o seu aliado, os lençois.
O cerebro começa um processo de desencalhe, mas perde-se em raciocinios circulares que levam ao ponto de partida.
Parece que temos de começar de inicio.

Sistemas Hipermerdia para todos

Hoje, numa aula interessantissima de Sistemas Hipermédia,
(a internet é um sistema hipermedia)
o professor perguntou-nos se sabiamos qual é a acção mais utilizada na internet.
E nós
-hum...navegar para outra pagina?
E ele
-não...andar para trás!
E seguiu-se a explicação, que realmente é obvia, e está em absoluta consonância com o mundo em que vivemos, mais concretamente no que toca a comercio, marketing, publicidade, consumismo.
(claro, a internet faz parte do mundo, etc, adiante por favor)
As pessoas fazem o "back" mais do que qualquer outra coisa pura e simplesmente porque são ENGANADAS!
(cá está a parte da consonância com o mundo)
Pensam que vão para um lado e afinal não era bem aquilo que queriam, então voltam para trás e tentam outro caminho, ups, afinal não era bem isto também...até que depois de 43 backs lá conseguem ir parar onde queriam!
É claro que isto também se deve à azelhice do utlizador comum em utilizar motores de busca, e na escolha das palavras chave, o que muitas vezes leva a procuras muito vagas que não servem para nada, e aí viva o "back". Mas essa azelhice também é exponenciada por toda a publicidade enganosa, CLARO!!!!!!!

Serve-me de consolo imaginar porém talvez que do meu blog ninguém faz "back", ou pelo menos que o faça depois de ler qualquer coisa.

ps:imaginar...imaginar...

13.9.05

O Post que se apagou sozinho





















ps:juro!

8.9.05

Duvida

Partir ou Estragar?

ps:com permissão da Martinha.

De volta à rotina

Hoje embrulhei-me com os lençois de tal maneira que não me consegui levantar a horas.
Malditos lençois...