<body><script type="text/javascript"> function setAttributeOnload(object, attribute, val) { if(window.addEventListener) { window.addEventListener('load', function(){ object[attribute] = val; }, false); } else { window.attachEvent('onload', function(){ object[attribute] = val; }); } } </script> <div id="navbar-iframe-container"></div> <script type="text/javascript" src="https://apis.google.com/js/plusone.js"></script> <script type="text/javascript"> gapi.load("gapi.iframes:gapi.iframes.style.bubble", function() { if (gapi.iframes && gapi.iframes.getContext) { gapi.iframes.getContext().openChild({ url: 'https://www.blogger.com/navbar.g?targetBlogID\x3d11512529\x26blogName\x3dEstupidamente+Feliz\x26publishMode\x3dPUBLISH_MODE_BLOGSPOT\x26navbarType\x3dBLUE\x26layoutType\x3dCLASSIC\x26searchRoot\x3dhttp://estupidamentefeliz.blogspot.com/search\x26blogLocale\x3dpt_PT\x26v\x3d2\x26homepageUrl\x3dhttp://estupidamentefeliz.blogspot.com/\x26vt\x3d-3372212108791558975', where: document.getElementById("navbar-iframe-container"), id: "navbar-iframe" }); } }); </script>

3.11.06

(ir)Realidade

Há três realidades.

A realidade real
(que nos atinge, cruelmente, pragmaticamente, sem dó, quando menos esperamos)
A realidade aparente
(bonita, frágil e cínica)

A realidade pessoal, na perspectiva de cada um.
Sendo um somatório das duas anteriores, mudando apenas, de pessoa para pessoa, a percentagem de cada uma presente na soma.


.......invarialmente, dou por mim a navegar numa quarta realidade, fruto da pessoal e de uma outra, imaginária, em que sou capaz de mudar coisas, em que actuo como filtro da miséria humana, em que, enfim.....



Lá vem a real, de punho em riste.

4 Comments:

Blogger Pink said...

Quem sabe distinguir o real, quem sabe o que é verdadeiramente real?!
Para mim, tou como tu...quarta realidade: a Minha!
Sonhar, imaginar que tudo é como gostaríamos que fosse, que as pessoas são tão verdadeiras quanto aparentam, que os doces que comi ontem não me vão engordar...
Enfim...o Mattrix existirá? Ou não passou de 1 filme?
Ando meio aluada e depois sai-me coisas destas...
A Minha realidade já me enganou demasiadas vezes, mas continuo a crer nela. Sonhadora?!
Bom fds!
:)

17:29  
Anonymous Anónimo said...

parece que alguém anda a estudar Filosofia....és tu? Parece-me que sim.

20:07  
Blogger Alexandre said...

...só se for filosofia de bolso :P

20:20  
Anonymous mentazul said...

Estudiosos no campo da comunicação defendem que todos vivemos no pseudo-real. Uma realidade que nunca chega a ser real e que é construída, sobretudo pelos meios de comunicação social. A realidade aparente talvez seja essa mesma, o que significa que dificilmente consegues percepcionar a totalidade da realidade real.

A realidade pessoal não existe portanto. Porque tu vives a realidade que todos vivem: a do pseudo-real. O que difere é a perspectiva que tens desse pseudo-real, que pode ser mais ou menos selectivo de pessoa para pessoa.

O que defines de quarta realidade não é mais do que a imaginação e ambição humana. São características e portanto não são realidades.

O que vem de punho em riste normalmente é a consciência ou a frustração.

Enfim é mais uma perspectiva. Na minha opinião, não existe uma realidade quanto mais quatro!

15:54  

Enviar um comentário

<< Home